quinta-feira, 16 de junho de 2011

SP desengaveta projeto de trem expresso para o ABC

15/06/2011 - O Estado de S.Paulo
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou ontem em Santo André um pacote de R$ 6,3 bilhões em obras para a região do ABC. A principal delas será um projeto que ele próprio havia lançado em seu outro mandato no Palácio dos Bandeirantes, em fevereiro de 2006: o Expresso ABC, uma ligação rápida sobre trilhos entre a Estação da Luz e Mauá (que na ocasião foi chamada de Expresso Sudeste).
O Expresso ABC vai correr paralelo à Linha 10-Turquesa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). No entanto, ele terá aproximadamente 25 quilômetros de extensão, enquanto o ramal existente tem 35 km. A vantagem é que o novo ramal terá apenas seis estações (a atual tem 14). Os trens vão parar apenas nas Estações Luz, Brás, Tamanduateí, São Caetano, Santo André e Mauá.
"Nós constatamos que entre 75% e 80% dos usuários estão concentrados em seis pontos da linha da CPTM. Então vale a pena criarmos uma linha expressa até Mauá", disse o secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes. O governo estadual calcula que as viagens entre Mauá e Luz na futura linha sejam feitas em 25 minutos - 11 a menos que na Linha 10-Turquesa. O novo ramal vai contar com dez trens e haverá ligação nas estações para que os usuários possam optar por qual ramal seguir.
A obra está estimada em R$ 1,2 bilhão e o modelo escolhido foi o de uma Parceria Público-Privada (PPP) - que foi pré-aprovada na semana passada. A previsão é de que a nova linha fique pronta em 2014, principalmente porque não há necessidade de desapropriação e obras mais complexas, como túneis ou viadutos. O possível "gargalo" será a negociação para se obter a concessão de uma área que pertence à União.



Um comentário:

  1. Caríssimos, Será Uma Boa Para Toda
    População Do Grande ABC E Região.

    ResponderExcluir